jump to navigation

Encontro de três gerações do fado em Cerveira – Um momento único e mágico! Julho 26, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
Tags: , , , ,
trackback

Ontem à noite aconteceu, finalmente, o concerto pelo qual tanto aguardava.

Fado - Encontro de Gerações em Vila Nova de Cerveira

O local de encontro era em Vila Nova de Cerveira, e o programa era ambicioso, num só concerto mostrar três gerações de fadistas, apresentar três gerações de fado.

Raquel Tavares abriu o espetáculo, arrebatando de imediato o público com a sua simpatia e com o seu incrível talento. O palco transbordava talento, simpatia e beleza. A Raquel saudou o público, explicou a importância daquele encontro de gerações e de como o fado estava vivo e em boa forma. De seguida, e para surpresa de todos, inclusive dos músicos, iniciou a segunda saudação da noite, mas desta vez em Castelhano. Um castelhano perfeito e fluente, um castelhano que faria de corar de vergonha, muitos “fronteiriços” da zona. Metade da assistência vibrou e respondeu em castelhano.Todo o público estava rendido … Portugueses e Espanhóis … TODOS

A Raquel  esteve exactamente à altura das minhas expectativas, e as minhas expectativas eram mesmo muito altas. A Raquel tem um talento natural, uma voz cristalina e uma presença em palco incrível. Como já disse a Raquel é uma diva que foi tocada pela mão de Deus. Frase que já foi citada num artigo do JN. 🙂

Logo a seguir entrou Jorge Fernando, e que logo nos presenteou com um magnifico dueto com a Raquel Tavares. Jorge Fernando é um guitarrista, poeta, compositor, produtor musical e cantor. Jorge Fernando, “O Bonitão”, como lhe chamou a Dona Celeste Rodrigues, interagiu com o público, colocando toda a gente a cantar.  O público vibrou com os seus fados sobejamente conhecidos.
Jorge Fernando é, sem dúvida, um grande talento da nossa música.

A Dona Celeste Rodrigues veio presentear o público com a sua vasta experiência de fado e de palcos. Com os seus invejáveis oitenta e seis anos, deu um grande espetáculo, e sem dúvida, que nos enriqueceu enormemente.
Com oitenta e seis anos e ainda canta daquela forma, com aquela jovialidade, com aquela alma com aquele ar de Fadista.

Foi uma noite incrivelmente emocionante, e apesar, de não ser um profundo conhecedor de fado, senti que este era um espetáculo único e imperdível.

O Fado representa a alma de um povo, representa uma forma de estar, representa uma identidade, representa uma tradição, o fado é Portugalidade o Fado é Portugal.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: