jump to navigation

“Carta para un Amigo” Curta-metragem sobre a SIDA Dezembro 1, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
add a comment

Porque esta luta não tem língua nem nacionalidade deixo esta curta-metragem em Espanhol.

Curta-metragem sobre a SIDA
Dir. : Cristopher Luna Victoria (Crislvc_producciones[ at ] hotmail . com)

Prod.: Minna Alva Herrera
País.:
Peru
Distinções :
Menção honrosa no concurso de curta-metragens Manuela Ramos 2008

Chrome OS – Mudança de um paradigma – Live Local Think Global Novembro 21, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
add a comment

Hoje tive a oportunidade de testar o novo sistema do Google. O Google Chrome OS é completamente baseado na Cloud e o seu interface gráfico é o browser, que todos já conhecemos.

Hoje começamos a juntar as várias peças do puzzle, e todos os produtos lançados recentemente começam a fazer sentido.Muito sentido. O Google começou por lançar um Word e um Excel On-Line, bastante light, e com poucas funcionalidades. Desenvolveu um browser próprio, e que hoje sabemos, que é a peça fundamental do seu novo sistema operativo. O Google estava a preparar o caminho, e estava a melhorar a tecnologia de suporte ao seus novos produtos. O browser do Google é especialmente rápido, e está à frente de todos os outros, na interpretação de Javascrit e na renderização de CSS. Elementos imprescindíveis para o sucesso das aplicações on-line. O Flash já é passado, as tecnologias baseadas em javascript são, hoje, as mais utilizadas, e qualquer projecto web possui ajax.

No meu caso, posso dizer que 80 % do meu trabalho é feito através de um Browser. Posso trabalhar em qualquer sistema operativo, desde que tenha um browser. Bem sei que há muitas pessoas que vão continuar a usar programas locais, programas complexos, programas de desenho, etc. Mas não se iludam. Num futuro próximo todas essas aplicações estarão, apenas, disponíveis on-line. Todas sem excepção. O modelo actual de licenciamento de software começa a mudar, e já nenhuma empresa quer vender o produto uma vez. As empresas querem vender serviços baratos, mas com pagamento mensal. As vantagens são evidentes para todos, as empresas controlam melhor as vendas dos seus produtos, eliminam a pirataria e tornam-se mais globais. Os utilizadores pagam muito menos porque existe uma economia de escala, fazendo com que quanto mais barato seja a aplicação, mais utilizadores conquistam. Por outro lado as actualizações e a correcção de bugs são mais ágeis.

Vejam a tendência e a estratégia da Apple em relação ao iPhone. A maior parte das aplicações são vendidas pelo preço simbólico de 0,99 €. Ninguém pensa duas vezes para comprar uma aplicação que faz uma brincadeira qualquer. Mas se o vendedor da aplicação vender 600.000 aplicações, o que não é nada difícil, pode encaixar facilmente 600.000 €. Sabemos que uma parte reverte para a App Store, mas mesmo assim continua a ser muito dinheiro.
Da mesma forma que existem aplicações e jogos sofisticados que são vendidos pelo mesmo preço.É tudo uma questão de economia de escala. Se o produto for barato e tiver sucesso a empresa pode arrecadar um valor muito simpático. A música irá passar por um processo parecido, se bem que as editoras ainda não perceberam isso porque estão demasiadas agarradas ao modelo de negócio do passado. Ainda não pensam global!

Não namora mas tem um amigo colorido Outubro 31, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
2 comments

Estes dia em conversa com um amigo chegado falávamos de uma amiga dele. Ela é muito gira, interessante, moderna. Não tem namorado ? – Pergunto eu. Não, não tem – diz o meu amigo. Hummm uma mulher tão bonita e interessante sem namorado ? E amigo secreto tem de ter ? – Arrisco eu na esperança de obter um rotundo NÃO do meu amigo. Sim acho que tem alguém, mas nada é assumido. Já Sabia. Como odeio ter razão nestes casos.

Porque razão as mulheres nos criticam quando somos demasiados machistas, só pensamos em sexo, não somo sensíveis, não oferecemos flores com a devida frequência. Elas esperam sempre que sejamos, cavalheiros, fieis, sensíveis, cultos, que sejamos leões e gatinhos ao mesmo tempo na cama, e que lhes digamos todos os dias como são bonitas e fantásticas. Uma carga de trabalhos. Mas depois vimos a descobrir que são elas que, alimentam estas histórias de fachada.Afinal de contas somos muito parecidos. Muito mesmo!!!

E porque esta pessoa não assume a relação de uma forma natural ? Ele é casado ? Ela não gosta dele ? Ele só anda com ela pelo sexo ? Sei… lá …
E porque é que uma mulher bonita e interessante se submete a uma destas histórias  ? Porque ela gosta e quer que assim seja. Ok! É uma boa resposta, mas não será isso uma forma de mentira ? Não será isso uma forma cobarde de se esconder e de não assumir algo normal ? Não será esta uma forma de manter as aparências ? O amor ou o sexo não é algo bom e natural ?

Isto é apenas uma reflexão/desabafo, as pessoas gostam de mostrar aquilo que não são, e sobretudo, gostam de esconder aquilo que mais as envergoonham: a sua natureza. Posso dizer que conheço alguns casos destes, e o mais engraçado é que toda a gente do circulo de amigos sabem. Todos. Todos sem excepção. Então para que se escondem ? Apenas para os desconhecidos ? Mas esses, são precisamente os que não interessam !!! Esses não nos dizem nada! A esses não nos importa o que eles pensam!

Estranho mundo este no que vivemos!!!

Shakira Gypsy Outubro 11, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
add a comment

Microsoft Office 2010 Starter será grátis Outubro 11, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
add a comment

Segundo a Computer World a Microsoft irá disponibilizar uma versão gratuita do Office 2010 completamente gratuita. esta versão será financiada através de publicidade e deverá de ter menos funcionalidades que as restantes versões.

Estava versão do Office apenas terá Word e Excel, e estas versões serão versões muito básica, permitindo apenas tarefas bastante básicas.

Esta versão virá pre-instalada em novos Pcs.

Braga e Sporting de Braga por Miguel Esteves Cardoso Outubro 6, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
2 comments

Enviaram-me este belo texto do Miguel Esteves Cardoso.Bela descrição de Braga.

“Braga é fantástico. Às vezes, fica-se com a impressão que é Braga que deveria mandar neste país. Veio do Sporting de Braga o treinador que está a salvar o Benfica. Mas, mesmo sem esse treinador, o Sporting de Braga está em primeiro lugar.

Acho que o Sporting de Braga é o único clube de que todos os portugueses gostam secretamente. Os benfiquistas acham que eles são do Benfica; os do Sporting apontam para o nome e os portistas, por muito que lhes custe, são nortenhos e não se pode ser nortenho sem gostar de Braga.

Toda a gente tem medo – e com razão – do Sporting de Braga. Há a mania de engraçar com a Académica de Coimbra ou com o Belenenses, mas são amores fáceis, que não fazem medo nem potenciam tragédias.

O Sporting de Braga não se presta a essas condescendências simpáticas. É por ser temido que o admiramos. Mais do que genica, tem brio. É uma atitude com que se nasce; não se pode ensinar nem aprender.

A primeira vez que fui a Braga já estava à espera de encontrar uma cidade grande e diferente de todas as outras. Mas fiquei siderado. Acho que Braga se dá a conhecer a quem lá entra, sem receios ou desejos de impressionar.

A primeira impressão foi a modernidade de Braga – pareceu-me Portugal, mas no futuro. E num futuro feliz. O Porto e Lisboa são mais provincianos do que Braga; tem mais complexos; tem mais manias; tem mais questiúnculas por resolver e mais coisas para provar.

Braga fez-me lembrar Milão. É verdade. Eu adoro Milão mas Milão é (mais ou menos) Italiano, enquanto Braga é descaradamente português. Havia muitas motas; muitas luzes; muita alegria; muito à-vontade.

Lisboa e Porto digladiam-se; confrontam-se; definem-se por oposição uma à outra. Braga está-se nas tintas. E Coimbra – que é outra cidade feliz de Portugal – também é muito gira, mas não tem o poderio e a prosperidade de Braga.

Em Braga, ninguém está preocupado com a afirmação de Braga em Portugal ou no mundo. Braga já era e Braga continua a ser. Sem ir a Roma, só em Braga se compreende o sentido da palavra “Augusta”. Em contrapartida, na Rua Augusta, em Lisboa, não há boa vontade que chegue para nos convencer que o adjectivo tenha proveniência romana. A Rua Augusta é “augusta” como a Avenida da Liberdade é da “liberdade” e a Avenida dos Aliados é dos “aliados”, mas Braga é augusta no sentido original, conferido pelo próprio Augusto.

Em Braga, a questão de se “comer bem” ou “comer mal” não existe. Come-se. E, para se comer, não pode ser mal. Pronto. Em Lisboa, por muito bem que se conheçam os poucos bons restaurantes, está-se sempre à espera de uma desilusãozinha.

No Porto, apesar de ser difícil, ainda se consegue arranjar alguma ansiedade de se ser mal servido; de ir a um restaurante desconhecido e, por um cósmico azar, comer menos do que bem. Em Braga isso é impossível. O problema da ansiedade não existe. Braga tem tudo. Passa bem sem nós. Mas nós é que não passamos sem ela, porque os bracarenses ensinam-nos a não perder tempo a medir o comprimento das pilinhas uns dos outros ou a arranjar termómetros de portuguesismo ou de autenticidade.

É por isso que o Sporting de Braga está à frente. Não é por se chamar Sporting. Não é por ter cedido o treinador ao Benfica. O Benfica ganhou muito com isso. Mas é o Sporting de Braga que está à frente.

É por ser de Braga. É uma coisa que, infelizmente, nem todos nós podemos ser.

Fique então apenas a gentileza de ficar aqui dito de ter pena de não ser.”

A participar no Congresso de Webmasters em Madrid Outubro 3, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
add a comment

Durante este  fim de semana estou em Madrid a participar no congresso de Webmasters.

Se quiserem podem ver o programa aqui : Congreso Webmasters

Para já está ser bastante interessante, e parece que estão cerca de 100 pessoas ligas ao WIFI local. 🙂

Recuperação económica de Portugal e consequente aumento da confiança dos consumidores Agosto 28, 2009

Posted by rivercastell in Reflexões, Uncategorized.
2 comments

Nos últimos dias temos recebido noticias muito positivas e inspiradoras. Inspiradoras porque tudo indica que estamos no bom caminho para a recuperação económica. Recentemente saíram várias noticias, que contrariando a tendência Europeia, Portugal era um dos países que tinha obtido resultados positivos no segundo trimestre de 2009.  Enquanto as grandes potências europeias navegam em águas turbulentas, Portugal obtém um pequenos crescimento. Hoje o INE publicou resultados positivos acerca da confiança dos consumidores e que foram comentados pelo ministro das Finanças e Economia, Teixeira dos Santos.

Na minha opinião penso que o governo tem tomado as opções certas, e a prova disso são estes resultados positivos. A todos nos dói pagarmos 20% de IVA, quando os nossos vizinhos Espanhóis não passam dos 16%. E a mim dói-me muito  a mais porque sou natural de uma vila fronteiriça e conheço muito bem as duas realidade.

José Sócrates é um dos mais brilhantes políticos que conheço, estou convencido que se estivesse à frente de um país mais influente, seria diariamente louvado e citado mundialmente.
Sócrates foi o único dirigente que ousou pós-25 de Abril, foi o único que sonhou que era possível, foi o único que CONCRETIZOU, foi o único que teve coragem de mexer em assuntos sensíveis

Este governo apostou em sectores fundamentais da economia, como a energia, educação, tecnologia, exportações, etc. Assinou acordos estratégicos com países emergentes, e que possuem liquidez financeira, por exemplo a Venezuela.

Antes, após e durante esta crise, foi dos poucos que segurou o leme deste país estoicamente, apesar das fortes tempestades e dos “afundamento anunciados” pela oposição e até por pessoas do partido, acreditou e levou o país para a frente. Lançou grandes obras para que a economia não estagnasse, apesar das duras criticas de muitos ilustres economistas. Estou convencido que um dia estes economistas dirão que Sócrates foi um génio da politica e da economia.

Quando toda a Europa está afundada economicamente, Portugal apresenta um resultado positivo, contrariando a tendência da maioria dos países da Europa…

Foi sorte ? Não me parece…

NOTA: Não estou filiado a nenhum partido politico, no entanto identifico-me com o PS de José Sócrates. Num país que apenas está bem visto dizer mal de tudo, acho que é importante iniciar uma boa prática democrática, que é dizer bem e elogiar quando alguém tem sucesso e faz as coisas como devem ser. E José Sócrates está a fazer as coisas como deve ser!

Raul Solnado um icone da cultura Portuguesa para sempre Agosto 8, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
Tags:
add a comment

“Façam o favor de serem felizes”

Encontro de três gerações do fado em Cerveira – Um momento único e mágico! Julho 26, 2009

Posted by rivercastell in Uncategorized.
Tags: , , , ,
add a comment

Ontem à noite aconteceu, finalmente, o concerto pelo qual tanto aguardava.

Fado - Encontro de Gerações em Vila Nova de Cerveira

O local de encontro era em Vila Nova de Cerveira, e o programa era ambicioso, num só concerto mostrar três gerações de fadistas, apresentar três gerações de fado.

Raquel Tavares abriu o espetáculo, arrebatando de imediato o público com a sua simpatia e com o seu incrível talento. O palco transbordava talento, simpatia e beleza. A Raquel saudou o público, explicou a importância daquele encontro de gerações e de como o fado estava vivo e em boa forma. De seguida, e para surpresa de todos, inclusive dos músicos, iniciou a segunda saudação da noite, mas desta vez em Castelhano. Um castelhano perfeito e fluente, um castelhano que faria de corar de vergonha, muitos “fronteiriços” da zona. Metade da assistência vibrou e respondeu em castelhano.Todo o público estava rendido … Portugueses e Espanhóis … TODOS

A Raquel  esteve exactamente à altura das minhas expectativas, e as minhas expectativas eram mesmo muito altas. A Raquel tem um talento natural, uma voz cristalina e uma presença em palco incrível. Como já disse a Raquel é uma diva que foi tocada pela mão de Deus. Frase que já foi citada num artigo do JN. 🙂

Logo a seguir entrou Jorge Fernando, e que logo nos presenteou com um magnifico dueto com a Raquel Tavares. Jorge Fernando é um guitarrista, poeta, compositor, produtor musical e cantor. Jorge Fernando, “O Bonitão”, como lhe chamou a Dona Celeste Rodrigues, interagiu com o público, colocando toda a gente a cantar.  O público vibrou com os seus fados sobejamente conhecidos.
Jorge Fernando é, sem dúvida, um grande talento da nossa música.

A Dona Celeste Rodrigues veio presentear o público com a sua vasta experiência de fado e de palcos. Com os seus invejáveis oitenta e seis anos, deu um grande espetáculo, e sem dúvida, que nos enriqueceu enormemente.
Com oitenta e seis anos e ainda canta daquela forma, com aquela jovialidade, com aquela alma com aquele ar de Fadista.

Foi uma noite incrivelmente emocionante, e apesar, de não ser um profundo conhecedor de fado, senti que este era um espetáculo único e imperdível.

O Fado representa a alma de um povo, representa uma forma de estar, representa uma identidade, representa uma tradição, o fado é Portugalidade o Fado é Portugal.